Nossa primeira experiência

Ano passado, num mar de sorte, tivemos um lançamento muito barato na cidade do G (vocês provavelmente irão ver nós falarmos muito sobre barato e caro aqui. Em uma cidade do interior 200k é uma fortuna pra se comprar um imóvel, aqui onde moramos, não é nada). Não pensamos duas vezes para ir visitar o decorado, afinal, além da proposta de pagamento ser excelente, ainda era perto da casa dele.

Apartamento de 50m², dois dormitórios, opção de cozinha americana, 1 vaga na garagem + piscina, academia, playground. 3 torres. 6 andares. Pagamento facilitado.

Ficamos apaixonados pelo decorado. Pensamos várias vezes no assunto, falamos com nossos familiares e resolvemos dar entrada nos papéis. No início, o esquema de compra era muito simples e bom. A entrada girava em torno de 4 mil reais e as parcelas mensais, até a entrega das chaves, eram de 600 reais. Quando fomos entregar os papéis, começaram a nos falar das outras taxas, como a Taxa de Juros de Obra. Pelo que entendi, o valor do juros que faria o saldo devedor final ficar X+Y, ficaria apenas X, porém, o valor Y dos juros, pagaríamos juntamente com os 600 reais. A princípio, nos falaram que a taxa era baixa, então prosseguimos com a papelada. Continue reading