Documentos para averiguação do imóvel

Como já contei em outro post. Faz quase um ano já que fechamos negócio e um NADA acontece. Nada. Passaram uma máquina no terreno alguns meses depois e mais nada aconteceu, tanto que o mato cresceu de novo.

A minha paciência acabou, então resolvi ir por conta atrás de um retorno. A imobiliária e a construtora falam “em meados do próximo mês”, e vocês não tem noção quantas vezes já ouvi isso. Como não sabemos se tem algo de errado (eles alegam que é a CEF que está atrasando o processo), resolvemos garantir que todos os documentos do empreendimento estão ok.

São eles:

– Matrícula do Memorial de Incorporação Oficial de Imóveis

– Aprovação do projeto de construção pela prefeitura da cidade.

Matrícula do Memorial de Incorporação Oficial de Imóveis

Nesse documento está escrito o projeto inteiro do empreendimento. Andares, apartamentos, localização e mais tudo que vocês possam imaginar. No nosso caso, a matrícula do memorial já estava escrita no contrato de compra, então fomos até o cartório de imóveis retirar uma cópia desse documento, que é uma das provas de que o empreendimento está ok para construção.

Obviamente esse memorial é pago, mas não deve passar de R$50.

Aprovação do projeto de construção pela prefeitura da cidade

Com a matrícula em mãos, você deve procurar a prefeitura da cidade para averiguar se está tudo aprovado como diz o contrato. Antes, verifiquem por telefone onde vocês devem comparecer e os horários. Aqui o atendimento era feito apenas 2x por semana.

Update: esse post era pra ter sido publicado no final de abril, mas muita coisa aconteceu depois disso. Fomos atrás e todos os documentos estavam corretos.

Desânimo – Parte I

Acho que fazem já 9 meses que decidimos entrar nessa história de morarmos juntos. Primeiro foi um apartamento que vimos, mas que pela demora em ver o empreendimento já não compensava mais comprar. Ficamos tristes. (esse apê subiu muito rápido, mas parou na metade. Faz uns 3 meses que a obra está embargada :\).Depois foi a compra frustada de um que tínhamos realmente gostado, já estávamos até pensando em como seria a decoração.

Quando esse ano começou, comecei a ir atrás de imóveis prontos e vimos que muitos problemas iam acontecer pela frente, principalmente relacionado à dinheiro. Muitas dúvidas começaram a surgir: morar onde queríamos vai sair mais caro, compensa?, comprar um apê na planta e ganhar dinheiro futuramente e ou comprar um usado sem risco de problemas na obra?, dinheiro pra comprar um pronto vai dar?, e muitas outras dúvidas.

Essa semana descobri um apartamento que gostei bastante, mas fazendo as continhas na Caixa descobri que parece que, pela nossa renda, a entrada seria absurda, bem mais que os 20%. Traumatizei.

Quero que alguém me dê um lugar perfeito e pronto. Tem como?